NOTÍCIAS

LAURO ESCOREL E A DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA

22.9.2016
LAURO ESCOREL E A DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA


O Salão Leopoldina, no Kubitschek Plaza, ficou lotado durante a palestra do cineasta e diretor de fotografia Lauro Escorel, realizada nesta quinta-feira (22). Ele reconheceu ter predileção pelo controle da luz. “É o que mais ajuda na criação da atmosfera de um filme”, observou. Mas, segundo ele, há outros aspectos a serem observados por um diretor de fotografia, como o enquadramento, o ritmo e a articulação entre as imagens.

 

Escorel exibiu trechos de filmes como o clássico do cinema mudo Aurora, de F.W.Murnau, e São Bernardo, de Leon Hirszman, que marcou a sua estreia como diretor de fotografia em 1971.

 

Além de ter trabalhado com diretores como Cacá Diegues, Hector Babenco e Suzana Amaral, o fundador da Associação Brasileira de Cinematografia dirigiu o longa Sonho sem Fim e o curta Libertários. Seu currículo na direção de fotografia soma 47 créditos.

Outras Notícias

Tag3 - Desenvolvimento Digital