Ministério da Cultura, BNDES e Petrobras apresentam
15 A 22 DE SETEMBRO DE 2015 / BRASÍLIA / DF

A Família Dionti

A Família Dionti
MOSTRA COMPETITIVA LONGA-METRAGEM
A Família Dionti
VER TODOS OS FILMES

EXIBIÇÕES

16 de setembro de 2015, 
20h30 - Cine Brasília

_Reprise:
17 de setembro de 2015, 
14h30 - Cine Cultura Liberty Mall

direção: Alan Minas
ficção, cor, digital, 97min, RJ, 2015

elenco: Antônio Edson, Gero Camilo, Murilo Quirino, Anna Luiza Paes Marques, Bernardo Lucindo, Bia Bedran, Neila Tavares, Fernando Bohrer e Alisson Minas

classificação indicativa: livre

SINOPSE

Original e poético, A Família Dionti narra a fantástica história de um pai e seus dois filhos, Kelton, de 13 anos, e Serino, de 15, que vivem em um sítio no interior de Minas Gerais. A mãe não mora mais com eles, pois derreteu de amor, evaporou e partiu. Enquanto todos os dias sonha com a volta da mulher a cada chuva que cai, o pai cuida dos filhos com olhar atento, preocupado com a possibilidade de que tenham herdado o dom da mãe. Mas Sirino é seco e chora grãos de areia. Já Kelton, ao se apaixonar pela primeira vez por uma garota de circo, literalmente se liquefaz de amor. A Família Dionti retrata de forma especial o tema universal da descoberta do amor, sem deixar de lado as cores regionais do interior do Brasil contemporâneo.

DIREÇÃO

Alan Minas
Roteirista e diretor do longa A Morte Inventada - Alienação Parental (2009). O documentário tornou-se uma referência no tema e, em 2014, Alan lançou o livro A Morte Inventada - Ensaios e Vozes, pela Editora Saraiva. Realizou os curtas A Língua das Coisas (2010), do Curta Criança do Minc e TV Brasil, prêmios no FAM-2010, melhor roteiro no Cine Fantasy-SP-2010, convidado no Festival do Rio - Mostra Geração; Homens ao mar (2006), estreou no Festival de Cinema Viña Del Mar; O Refém (2004), prêmio de melhor filme no CineAmazônia; A Encomenda (2002), premiado no Festival de Curtas de São Paulo e de Teresina e O Apito (2000). Escreveu o roteiro do premiado curta Nas Estrelas (2001). Em 2015 prepara o longa O Deserto de Luíza e desenvolve a série de TV De Agora em Diante, enquanto lança A Família Dionti, com o suporte do Latin America Fund, do Tribeca Film Institute, NY.

CRÉDITOS

produção executiva: Daniela Vitorino
roteiro: Alan Minas
fotografia: Guga Millet
montagem: Livia Serpa
som: Felipe Paszkiewicz
direção de arte e cenografia: Oswaldo Eduardo Lioi
figurino: Marcela Poloni
trilha sonora e música original: Clower Curtis
produtora: Caraminhola Produções Artísticas Ltda

PROGRAMAÇÃO DIÁRIA
Tag3 - Desenvolvimento Digital